INTERNET AGILIZA VENDA DE IMÓVEIS

Na tela do computador, a imobiliária fornece todas as informações da casa ou apartamento à venda: a localização, a metragem, fotos de todos os cômodos e até um vídeo explicativo. Desde que abriu a imobiliária, há 10 anos, o empresário Rony Conde Marques apostou na Internet para divulgar os empreendimentos das incorporadoras parceiras. Mas o começo não foi fácil. As incorporadoras mais tradicionais relutaram em aceitar a Internet porque já obtinham resultados positivos usando outras mídias. “Mas evidente que com os resultados de custo-benefício que a Internet vem apresentando, elas acabaram ultrapassando esta etapa. Hoje, praticamente todas investem na divulgação via Internet”, informa o empresário.
O investimento em um anúncio na Internet é 30% mais barato que em outras mídias. Hoje, aqui na imobiliária, a Internet já é responsável por 20% das vendas da empresa. Os apartamentos menores são os mais procurados. “Este público que procura os imóveis mais econômicos é o que nos traz o maior volume de acessos. Diferentemente do que a gente imagina, porque as pessoas de poder aquisitivo mais alto tem mais facilidade à informática”, comenta Rony. Por mês, 2.500 pessoas acessam o site. Mas apesar dos bons resultados, a imobiliária não dispensa os outros meios de propaganda, como folders e revistas especializadas. “Elas complementam a Internet. Nós precisamos das outras mídias para reforçar todo o esquema de comunicação que é montado para divulgação de um produto. Por exemplo, em um jornal impresso é colocado o endereço do site para que seja divulgado. Obviamente, conseguimos mais acesso na Internet”, explica o diretor de marketing, Jairo Siqueira.
Os dados dos imóveis são sempre atualizados por uma equipe de informática. O objetivo é facilitar a navegação. “O conteúdo é fundamental para que a pessoa encontre aquilo que ela está procurando, não se frustre no meio do processo e acabe desistindo de um produto devido à falta de informação ou informação mal colocada”, diz o diretor de tecnologia, Sérgio Borges. As informações dos imóveis também podem ser fornecidas pelo telefone. Para isso, o empresário montou uma equipe de telemarketing. “Nós temos uma pesquisa que aponta que 75% dos compradores, em algum momento do processo de venda, entram na Internet para buscar algum tipo de informação”, conta Sérgio. A imobiliária trabalha apenas com lançamentos, por isso, os operadores são treinados toda vez que surge um novo empreendimento. “Nós passamos para equipe toda condição para que eles possam ter a maior facilidade em passar para o cliente o que o produto oferece. Desde a localização, acabamento e lazer”, afirma o diretor de vendas, Jorge Graciano. O cliente que busca a Internet quer agilidade. Por isso, o empresário mantém um corretor de plantão, em cada um daqueles imóveis que foram anunciados no site. Assim, o comprador pode fazer visitas na hora que quiser. O atendimento no local é feito entre 9h às 19h. O cliente Deocles Silva aproveitou o horário de almoço para buscar o imóvel dos sonhos. Assim que achou o que queria, foi para o estande de vendas. “Era realmente o que eu tinha visto na Internet. Mas quando eu cheguei tive até uma impressão muito melhor, apesar do site ter ajudado bastante”, conta Deocles.
Fonte: PEQUENAS EMPRESAS & GRANDES NEGÓCIOS