RITMO DE VENDAS DE IMÓVEIS NOVOS FICA PRÓXIMO DE 20% EM OUTUBRO

No décimo mês do ano, foram comercializadas 3.854 unidades. Novamente, o destaque ficou por conta do segmento de dois dormitórios

O mercado de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo continua aquecido, com a venda de praticamente uma unidade para cada cinco em oferta. O desempenho de comercialização expresso pelo indicador Vendas Sobre Oferta (VSO) atingiu 19,8%, de acordo com o Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP. Das 3.854 unidades comercializadas, imóveis de dois dormitórios representaram 42,6% (1.640 moradias) do total e os de três dormitórios tiveram participação de 38,6% (1.488 unidades). O segmento de dois dormitórios liderou também no critério de ritmo de vendas, com VSO médio de 35,5%. O nicho de três dormitórios ficou na segunda colocação, com VSO de 22,8%. Um fato relevante é o volume de lançamentos registrado na cidade em outubro, de 5.943 unidades, conforme dados da Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp). Somado ao total de setembro, de 4.879 unidades, chega-se a 10.822 moradias lançadas somente em dois meses. Ou seja, quase 40% (39,2%) do que foi produzido neste ano concentrou-se nesse período. Acumulado no ano – Em 2007, a Pesquisa Secovi registra comercialização de 28.103 unidades até outubro, o equivalente à variação de 26,23% sobre igual período de 2006 e muito próximo em número de habitações ao ano passado (28.324 unidades). O volume negociado nesses dez meses totaliza R$ 8,55 bilhões, com crescimento de 25,09% sobre montante verificado de janeiro a outubro de 2006. Toda essa movimentação resultou em desempenho de comercialização médio de 15,6% (medido pelo indicador Venda sobre Oferta- VSO) nos dez meses de 2007, contra 11,4% observado no mesmo período de 2006. ”Diante de tal cenário, a expectativa é de fechar 2007 com crescimento da ordem de 40% nos lançamentos em relação ao ano passado, com a oferta de 36 mil unidades”, afirma Alberto Du Plessis Filho, vice-presidente de Tecnologia e Relações de Mercado do Secovi-SP. Em termos de comercialização, segundo ele, devemos encerrar o ano contabilizando aumento de 20% sobre o total de unidades vendidas em 2006. “Tudo levar a crer que o indicador VSO se situará na média de 15,5% a 16% ao mês neste ano”, concluiu