OBRAS EMBARGADAS NO PARQUE JAMBEIRO DEVEM SER LIBERADAS EM FEVEREIRO



Prefeitura e construtoras analisam mudanças para assinatura de TAC
Os empreendimentos imobiliários do Parque Jambeiro, em Campinas, das construtoras MRV e Goldfarb, embargadas em junho, só devem ser liberadas em fevereiro de 2012. Após dez horas de reunião, entre a tarde e noite de quinta-feira (29), a prefeitura e as construtoras discutiram mudanças exigidas pelo Ministério Público para a assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para a liberação das obras. Entre os itens acrescidos pelo promotor Valcir Kobori ao acordo fechado em outubro entre a prefeitura e as empresas estão alterações nas regras da Secretaria de Urbanismo para a liberação de alvarás e o acrescimento de R$ 16 milhões de investimentos de infraestrutura na região dos empreendimentos da MRV e da Goldfarb.
O problema se arrasta desde junho, e o documento com as mudanças terá que ser assinado novamento pela prefeitura e as construtoras. Somente depois disso, as obras poderão ser desembargadas. As construções na região do Parque Jambeiro foram paralisadas depois de serem consideradas irregulares porque, por exemplo, não foram feitas obras de contrapartida necessárias para melhorias de infraestrutura no entorno dos empreendimentos.
Após reunião na manhã desta sexta-feira (30) com os secretários de Gestão, André Launstein, de Urbanismo, Luis Yabiku, e de Assuntos Jurídicos, Antonio Caria Neto, o prefeito de Campinas, Pedro Serafim (PDT), pretende analisar na semana que vem as exigências da Promotoria antes de assinar o acordo. A previsão é que as obras sejam desembargadas em fevereiro, se as empresas também aceitarem as alterações apontadas pelo promotor.
A MRV Engenharia aguarda a posição da prefeitura para assinar o TAC. Já a Goldfarb disse que tomou conhecimento das exigências e está analisando o conteúdo.
A EPTV tentou falar com a Sol Panamby e a Rossi, que também fazem parte do TAC, mas que não têm obras embargadas no Parque Jambeiro, mas ninguém foi encontrado até o começo da tarde desta sexta-feira para comentar o assunto.