COMO COMPRAR A CASA PRÓPRIA?

Poupar e pesquisar são os primeiros passos para quem busca adquirir um imóvel.

O primeiro passo para quem sonha com a casa própria é poupar. "Não tem outro jeito, é preciso guardar o dinheiro", afirma Jeane Machado, superintendente de incorporação da ACS. E para saber quanto é preciso guardar, o comprador precisa saber qual tipo de imóvel procura, qual o custo e até quanto poderá gastar. "Juntar dinheiro sem saber o quanto precisa é complicado - é mais difícil para poupar. É preciso ter meta", alerta Jeane.

Para conseguir o financiamento de um imóvel pronto é preciso dar de entrada cerca de 20 a 30% do valor do imóvel. "O ideal mesmo é ter 50% do valor do empreendimento - pois aí o cliente consegue juros menores e diminui o tempo de financiamento que vai variar de 10 a 30 anos, dependendo da renda do comprador".

Outra opção é comprar o imóvel na planta. "Você paga para a construtora até que o empreendimento fique pronto, depois entra o financiamento", explica a executiva. Mesmo assim é preciso ter poupado. "Normalmente durante o período da obra o cliente paga 20% do valor final do contrato em parcelas mensais e anuais. Este prazo varia de 24 a 36 meses e permite que o cliente se programe para o financiamento que irá assumir ao final da obra".

Não cumprimento do contrato

Pesquisa divulgada pela Associação dos Mutuários de São Paulo registrou aumento de 60% nas reclamações contra as construtoras por não entregarem o imóvel no prazo. Com a alta demanda por imóveis e o grande número de lançamentos do mercado imobiliário: mão de obra e material tem sido uma preocupação constante para os construtores. Com isso, as construtoras têm iniciado as obras cada vez mais cedo do que o necessário e mesmo assim ainda tem que correr para conseguir cumprir os prazos. "É uma situação frustrante para todos, pois o comprador faz planos, cria expectativas e esse tipo de problema acontece. O incorporador, por sua vez, quer entregar o imóvel, fazer o repasse e trabalhar em novos projetos, já que o aumento do prazo da obra também gera desgaste e prejuízo para ele", explica Jeane.

Mas dá para fazer negócio seguro, sem dor de cabeça e com garantia de entrega dentro de um prazo legal. "A sugestão é ler e entender o contrato antes de assinar. Além disso, fazer uma boa pesquisa sobre a incorporadora da obra: checar a credibilidade, prazo de entrega, qualidade dos serviços etc. São cuidados básicos que tomamos no início para não ter problemas no futuro", destaca.

Dica

Caso o cliente não possa contratar um advogado para avaliar o contrato, deve contar com a ajuda da empresa que está vendendo o imóvel para dirimir todas as dúvidas ou ainda com os departamentos de defesa do consumidor que oferecem esse tipo de consultoria em todo o país. "O comprador que não se sentir seguro, pode buscar esse serviço e verificar se o processo está sendo feito de maneira adequada", finaliza.

Sobre a ACS

A ACS Incorporadora é uma empresa controlada pelos acionistas do Grupo EMS Pharma, que atua no segmento de Incorporação Imobiliária, de grande potencial de crescimento no país, desenvolvendo soluções de imóveis nos diversos padrões. Localizada em Campinas, a ACS faz uso do conceito de modernidade com sustentabilidade e criatividade, para desenvolver soluções de projetos, construções e incorporações.

Assumindo um forte compromisso com a sociedade e o meio ambiente, a ACS tem buscado intensamente novas tecnologias. Os serviços prestados pela empresa estão em constante evolução, com foco na maximização da sua eficácia, aliada aos cuidados com seus integrantes, o meio ambiente e a responsabilidade para com a comunidade.

Para a ACS, não basta construir habitações, é preciso desenvolver soluções, com projetos rentáveis, que aliem redução de custos, velocidade de realização e qualidade, respeitando o meio ambiente.

A ACS prima pelo desenvolvimento de projetos imobiliários bem resolvidos, inovadores, com soluções simples, que atendam às necessidades das pessoas. Segurança, lazer e conforto estão entre as prioridades dos projetos da ACS, que contemplam itens diferenciados nas áreas comuns, além de ampla área verde.