NORMA DE MANUTENÇÃO PREDIAL PASSA POR SEGUNDA CONSULTA PÚBLICA


Comissão de revisão da NBR 5674 decidiu disponibilizar para nova avaliação as alterações sugeridas durante o primeiro processo de consulta nacional
O projeto de revisão da norma ABNT NBR 5674 (Manutenção de edificações - Requisitos para o sistema de gestão de manutenção) está novamente em consulta nacional no site da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). O documento fica disponível para novas sugestões até o dia 7 de março. O processo de revisão foi iniciado pelo Comitê Brasileiro da
Construção Civil (ABNT-CB-02) em setembro de 2010.
De acordo com Ricardo Pina, do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP) e coordenador da comissão de revisão, muitas sugestões pertinentes foram apresentadas na primeira consulta pública realizada no final de 2011. "Como várias sugestões podiam ser aplicadas na norma, e também pela importância do documento, a comissão decidiu realizar uma nova consulta", disse.
A norma estabelece que a gestão do sistema de manutenção inclua meios para preservar as características originais da edificação e prevenir a perda de desempenho decorrente da degradação dos seus sistemas, elementos ou componentes. A norma em vigor, segundo Pina, trata somente da questão operacional, sem entrar em detalhes na parte gerencial da manutenção. "Com a norma, pretendemos controlar todos esses processos de manutenção e, principalmente, registrá-los, para que todas as edificações tenham um histórico de trabalhos realizados no prédio", disse.
"Muitas vezes é necessária a elaboração de um plano de gestão junto ao condomínio para que a manutenção seja feita de forma correta. A norma auxilia na elaboração desse plano e na sua execução", afirmou Pina.
O objetivo da norma é que as edificações tenham programas de manutenção preventiva, para evitar problemas futuros. Conforme o documento, "a elaboração e a implantação de programa de manutenção corretiva e preventiva nas edificações, além de ser importante para a segurança e qualidade de vida dos usuários, é essencial para a manutenção dos níveis de desempenho ao longo da vida útil projetada".
Para apresentar sugestões às emendas, os interessados devem entrar no site da ABNT, onde é possível acessar, visualizar e imprimir os textos. Para isso, deve ser criado um cadastro, denominado "ABNT Passaporte". Feito o cadastro, deve-se encontrar o projeto na área do CB-02, clicar no ícone da lupa correspondente à norma e votar nas emendas.