MERCADO IMOBILIÁRIO DE ALTO LUXO ESTÁ EM EXPANSÃO

O mercado imobiliário de alto luxo está em expansão, especialmente nos grandes centros como São Paulo e Rio de Janeiro. O público deste segmento é exigente e tem um gosto mais refinado, características que as empresas da construção civil e as imobiliárias já perceberam. "Quem tem mais poder aquisitivo prefere imóveis bem localizados, com estrutura ampla, combinação de serviços nos condomínios, sejam eles verticais ou horizontais, e conforto", destaca o advogado imobiliário Carlos Samuel de Oliveira Freitas, diretor de condomínios da PRIMAR Administradora de Bens.

A alta demanda gerou valorização dos imóveis, aumentando o preço das unidades habitacionais deluxo. De acordo com o Sindicato da Habitação do Rio de Janeiro (Secovi-Rio), nos últimos cinco anos os preços dos imóveis de alto padrão tiveram um aumento de 200% na cidade, enquanto as outras categorias imobiliárias registraram um crescimento de 150%. "Ipanema e Leblon, considerados os bairros cariocas mais cobiçados, possuem o metro quadrado mais caro do Brasil, chegando a custar,em média, de R$ 40 mil a R$ 50 mil", aponta.

Freitas ressalta que a realização da Copa do Mundo em 2014 e das Olimpíadas em 2016 no país foram, sem dúvida, fatores que impulsionaram o setor, principalmente por causa do investimento emsegurança pública e infraestrutura. "Ações como a implantação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) foram fundamentais para o desenvolvimento do mercado imobiliário no Rio e para a valorização das edificações. A segurança é primordial, especialmente quando o assunto é imóveis dealto padrão. Quem compra um imóvel de luxo quer privacidade e tranquilidade", observa.

Os atrativos geram interesse de compradores de outros estados e até mesmo de outros países, que procuram no Brasil e na badalação do Rio um imóvel luxuoso para morar, investir ou para passar a temporada de verão na praia. "Quando falamos do mercado de alto padrão, nos referimos a casas, apartamentos e coberturas que custam milhões de reais. O maior acesso ao crédito, o aumento do poder aquisitivo e a queda dos juros também contribuíram para a ampliação da demanda. Até mesmo os mais ricos preferem o financiamento, para não deixar o dinheiro parado", afirma.

A escassez de espaço para novos lançamentos e construções nos bairros mais desejados do Rio é outro fator que eleva os preços dos imóveis. De acordo com o banco europeu Haliwell Financial Group, especializado em administração de fortunas, o mercado imobiliário de alto luxo no Brasil tem potencial para gerar R$ 4,6 bilhões nos próximos cinco anos. "As empresas e profissionais do setor devem estar prontos para atender os anseios deste público, que deseja mais espaços verdes, acesso fácil as entradas e saídas e áreas de lazer", acrescenta.

A PRIMAR conhece bem as preferências destes compradores milionários. A sede da empresa na Barra da Tijuca é especializada na comercialização de imóveis de alto padrão e oferece diversas opções para quem deseja uma residência luxuosa, confortável e que proporcione bem-estar. "Eles dão preferência a projetos exclusivos, cheios de detalhes e mimos e esperam ser surpreendidos. Varanda ampla, várias vagas na garagem e área social grande são essenciais em uma unidade habitacional deluxo. Sem contar no primor dos acabamentos", enfatiza.

São diversos imóveis de alto padrão comercializados pela PRIMAR - o objetivo é oferecer várias opções para agradar em cheio o cliente. Uma casa de frente para o mar, com piscina, cinco quartos e 500 m² não sai por menos de R$ 1,2 milhão. "Com R$ 3,7 milhões é possível adquirir um imóvel dealto luxo com 800 m², três andares, cinco suítes, quatro vagas na garagem, piso em porcelanato importado e acabamento impecável. O futuro proprietário ainda poderá desfrutar da piscina, dos jardins, da churrasqueira e da sauna", ressalta o especialista.