AGILIDADE NA DOCUMENTAÇÃO FACILITA A VENDA E COMPRA DE IMÓVEIS


Com o aquecimento do mercado imobiliário surgem alternativas que agilizam a papelada.
O Brasil vive na atualidade um aquecimento no mercado imobiliário impulsionado pelo desenvolvimento econômico, maior capacidade de consumo dos brasileiros e facilidades na disponibilização de linhas de crédito. Mas, para que a compra e venda seja efetuada de forma ágil é necessária a busca de documentos para análise antes do fechamento do contrato, já que a pesquisa e confirmações de informações são fundamentais em transações comerciais, para garantir maior segurança. 
Porém, essa busca da papelada pode ser burocrática e demorada, dependendo dos meios recorridos. Além disso, pode exigir tempo em idas constantes a cartórios, além de senhas que poderão levar uma pessoa a vários guichês e filas demoradas. Mas, felizmente a modernização já chegou a esta área e já existem serviços mais ágeis e fáceis, como é o caso da Rede Cartório Mais, presente nas principais cidades e capitais brasileiras e que recentemente ganhou nova unidade na capital paulista. "Neste serviço que chamamos de Pasta Mais, o que pode acontecer é que em apenas uma visita, ligação ou envio de e-mail já é iniciado todo o processo necessário na busca de documento, agilizando o financiamento ou crédito imobiliário, investigação e elaboração de contrato de compra e venda.", detalha o executivo Edson Trevisan. 
Todo cuidado é pouco na hora de comprar um imóvel como, por exemplo, o cálculo com gastos de taxas, certidões, impostos, etc. Tratando-se de uma compra na planta, deve ser verificado se a construtora já participou de outros empreendimentos e se possui algum processo desfavorável. Na busca de financiamento, é indispensável escolher a melhor taxa de juros, com uma instituição financeira confiável, e sempre lembrar que o financiamento imobiliário deve ser gerenciado durante todo o prazo do contrato. Para imóveis usados é recomendável, antes de fechar o negócio, fazer uma avaliação da construção e estimar quanto gastará com reformas, verifique se é vantajoso o negócio. Para não cair em armadilhas, é imprescindível investigar a documentação do imóvel e do vendedor. Caso necessite de empréstimo, saiba que há dois tipos de financiamento imobiliário, que são o Sistema Financeiro de Habitação (SFH), para imóveis de até R$ 500 mil e que permite usar o FGTS e o Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), para casas acima de R$ 500 mil e taxas de juros maiores que o SFH.
Para não perder a negociação pela demora, o melhor mesmo é procurar empresas especializadas em negociações imobiliárias. "Aqui no Cartório Mais atendemos tanto pessoa física, que fecham negócio direto, quanto escritórios de advocacia e imobiliárias, buscando sempre atender nossos clientes com eficiência e agilidade sem filas de espera. Contamos com uma Central de Atendimento moderna, o que nos possibilita realizar buscas de mais de 220 tipos de certidões em todo o Brasil além de consultoria e assessoria para crédito imobiliário." explica o executivo Filipe Lombardi.