BAIRROS PLANEJADOS E O CRESCIMENTO CONTROLADO


Bairros planejados e o crescimento controlado

Uma nova tendência começa a ganhar espaço no mercado imobiliário brasileiro: os bairros planejados. Como o nome diz, trata-se do planejamento e criação do zero de todo um bairro, concentrando ali todas as atividades comunitárias para dar mais conforto e praticidade à vida dos moradores.
Essas construções grandiosas incluem as residências dos moradores, que podem ser edifícios ou casas; edifícios comerciais, para que os moradores possam trabalhar perto de casa; e serviços essenciais como lojas, mercados e postos de saúde; áreas de lazer e convivência; e até ruas e avenidas. A ideia é que o morador não se sinta obrigado e nem precise sair do seu conforto para nada – Ele tem tudo que precisa bem ali, do lado de casa.
Essa ideia ambiciosa de oferecer não só uma residência, mas toda uma vizinhança, marca um momento de grande crescimento para o mercado imobiliário brasileiro. A venda de imóveis nos últimos anos tem sido impulsionada pelo aumento de renda do brasileiro e a facilidade para se conseguir uma carteira de crédito financeiro.
As construtoras precisam sempre apostar em novos empreendimentos para atender essa demanda, abrindo espaço para iniciativas inovadoras como esta. Os bairros costumam ser criados em áreas que ainda tenham muito área livre a ser explorada e com potencial para se valorizarem.
Os bairros planejados surgem para corrigir um problema cada vez mais grave: o caos urbano. As cidades modernas têm cada vez mais dificuldade para controlar seu crescimento. Com a criação de bairros planejados, núcleos de desenvolvimento programado e controlado, fica mais fácil expandir sem prejudicar a qualidade de vida dos cidadãos. O que é sempre o mais importante.
Fonte: Guilherme Machado