CAPTAR BONS IMÓVEIS E CAPTAR BEM, ESSE É O DESAFIO


Captar bons imóveis é o primeiro desafio do corretor de sucesso e pode-se dizer que não é possível vender bem sem captar bem. Se você não tem o que vender ou está dividindo os imóveis captados com vários corretores, pode ter certeza, vai ser bem mais difícil comprar aquele carro novo. Captar bons imóveis para vender é sempre trabalhoso e pode ser ainda mais difícil para quem está iniciando a carreira ou não tem um canal de captação que lhe garanta acesso a boas oportunidades. 


E qual é a diferença entre captar bem e captar mal? Neste contexto o "bem" não significa necessariamente quantidade, mas antes de tudo, qualidade. Como assim? Você deve estar perguntando. Vejamos alguns casos nos quais você pode considerar que captou "mal". 



O mais comum deles é aquele onde o proprietário, acreditando que vai acelerar a venda do seu imóvel, entrega a venda para uma dezena de pessoas. Corretores autônomos, imobiliárias e até o porteiro do prédio ou condomínio. Esta abordagem causa uma série de inconvenientes. Informações imprecisas ou contraditórias, receio em revelar dados completos dos imóveis em anúncios, disputa desleal entre corretores, pouca disposição de cada um dos mandatados em dedicar a venda e por aí vai. Bem a primeira dica é: venda-se bem, gere confiança no proprietário e conquiste a exclusividade para a venda. Depois se dedique bastante para fazer justiça à confiança recebida.


Outra figurinha fácil é a do imóvel enrolado. Parece improvável, mas o número de imóveis anunciados para venda por profissionais experientes ou imobiliárias renomeadas com problemas legais diversos é assustador. Nada mais frustrante que se dedicar meses a uma venda e na hora "H" descobrir que o imóvel não poderá ser vendido. Então, parece básico, mas não custa relembrar: tenha certeza de que o imóvel captado esta todo "certinho", ok?

Bem, para não gastar todos os assuntos com post só, vamos falar de só mais desse caso. Todo corretor já pegou aquele cliente que acha que o imóvel dele vale uma boa grana não? O problema é quando esta boa grana é bem mais do que qualquer comprador, mesmo incauto, estaria disposto a pagar. Se você aceitar o negócio nessas condições, não verá um final muito feliz: proprietário insatisfeito, imóvel travado na sua carteira e por aí vai. O bom profissional deve avaliar criteriosamente o imóvel e, se não for possível chegar ao preço adequado com o proprietário, não hesite, passe a venda adiante. Poupará seu tempo e sua reputação. 

E como fazer para captar bem e com boa frequência? A primeira dica é: dedique-se. De acordo com a ultima pesquisa desse blog, respondida por 750 corretores de todo o Brasil, os melhores dias para captar são segunda e terça (40%) e para vender, sábados e domingos (70%). Então mãos-à-obra. Separe alguns dias da sua semana de trabalho e dedique-os religiosamente à captação. O resultado vai aparecer rápido. 

Segue aí outra boa: circule! Procure imóveis a venda direto com o proprietário e os convença que o valor a lhe pagar em comissão vale cada centavo. Eles estão em todos os lugares: classificados, placas de vende-se, com os porteiros dos prédios e condomínios. Vá até eles. Mostre o seu trabalho e peça exclusividade por um período. Mesmo que você não consiga a venda, mostre ao seu novo cliente um relatório de todo o trabalho que você fez e uma análise de porque a venda ainda não aconteceu. Ele vai entender que você faz isso muito melhor que ele e a confiança vai crescer. 

Essa devia ser óbvia, mas pelo jeito não é: cuide bem dos seus clientes! Quem comprou um imóvel com você hoje pode querer vendê-lo amanhã. Quem vendeu com você este ano, pode querer comprar ou vender de novo daqui a um ou dois anos. Se você trabalhou bem e ele não esqueceu o seu nome, você estará na frente da fila. Novamente a nossa pesquisa mostra que 75% dos corretores guardam os dados de seus clientes, mas apenas 15% deles fazem contato frequente com estes mesmos clientes. Agora o que pode chocar você: fazer contato frequente com a base de clientes é prática declarada de 85% dos corretores que ganham mais que R$ 12.000,00 por mês. Quer uma ajuda para ligar os pontinhos ou já entendeu sozinho? Então vamos lá. Quando receber a comissão não suma. Certifique-se de que seu cliente está satisfeito e que não teve problemas. Ligue e escreva para ele sempre que puder. Aniversários e datas importantes são um bom motivo. Se ele se tornar seu amigo ou quase, tanto melhor. 

Agora a última e melhor delas. Todos gostam de vender imóveis novos, não? Bem isso é o que dizem 67% dos profissionais que responderam à nossa pesquisa. Documentação certinha e disponível, avaliação mais fácil, crédito idem e mais outras facilidades que não aparecem nos usados, certo? Bem, como não existe almoço grátis, a dificuldade é ter oportunidade de vender um lançamento ou mesmo uma unidade do estoque de um empreendimento ainda em construção, não é mesmo? Bem 

Algumas iniciativas estão tornando esse acesso muito mais fácil, mesmo para quem não trabalha em uma imobiliária especializada em lançamentos. No www.corretordavez.com.br você se cadastra grátis e passa ter acesso direto aos Incorporadores para vender mais de 20 mil unidades em construção ou prontas para morar em várias cidades do Brasil. As comissões pagas costumam ser diferenciadas e, além disso, você passa a se relacionar com mais de 20.000 outros corretores para trabalhar em parceria. Bem esse já é o assunto do próximo post, vamos parar por aqui e Boa Captação!