CORRETORES DE IMÓVEIS REIVINDICAM PISO SALARIAL E MELHORES CONDIÇÕES DE TRABALHO

Representantes dos corretores de imóveis reivindicaram a criação de um piso salarial para a categoria no DF, de cerca de R$ 1.500,00, além de várias outras melhorias para o exercício profissional, durante sessão solene na manhã desta sexta-feira (29), no plenário da Câmara Legislativa. Iniciativa do deputado Dr. Michel (PP), a solenidade comemorou a passagem do Dia do Corretor de Imóveis, celebrado nacionalmente em 27 de agosto.
Na abertura do evento, o distrital enfatizou a relevância do trabalho dos homenageados para a consolidação das cidades. “Vocês são abnegados nessa missão de intermediar a aquisição da casa própria, garantindo inclusive o desenvolvimento do DF”,  afirmou, ao se colocar à disposição da categoria para debater, em futura audiência pública, a reivindicação do piso salarial e de outras demandas, com a participação dos demais parlamentares e de representantes dos órgãos envolvidos com a questão.

“Apesar de toda a importância do trabalho dos corretores, temos que conviver, ainda, no DF com empresas que não oferecem infraestrutura suficiente para os plantões nos finais de semana. E muitos profissionais têm que fazer suas necessidades fisiológicas no mato”, reclamou o vice-presidente do Sindicato dos Corretores de Imóveis de Brasília, Antônio Domingos Bispo Júnior.
Ameaças – O presidente do Sindicato dos Corretores de Imóveis de Brasília, Geraldo do Nascimento,  lembrou a história da regulamentação da profissão, que já completa 52 anos, com muitas críticas a projetos de lei em tramitação no Congresso, os quais, segundo ele, desrespeitam  a valorização da categoria. Ele criticou, também, o fato de algumas empresas no DF contratarem corretores sem lhes oferecer vínculo empregatício, por meio de contratos por tempo determinado que não asseguram direitos trabalhistas.
Já o presidente do Conselho Federal de Corretores de Brasília (Creci-DF), Hermes Alcântara Filho, destacou o crescimento da categoria e da entidade que preside – que, conforme  ressaltou, tem se preocupado em aperfeiçoar a fiscalização das atividades  dos corretores. “Temos firmado convênios e parcerias para garantir melhor qualificação dos profissionais, como o novo curso superior de tecnólogo em corretagem imobiliária”, ressaltou. Ele anunciou, ainda, que a entidade luta pela criação de uma área de lazer, às margens do Lago Paranoá, para lazer e confraternização dos colegas.
Zildenor Ferreira Dourado – Coordenadoria de Comunicação Social