UM MANUAL PARA O CORRETOR DE IMÓVEIS

A captação de imóveis usados é a etapa mais importante fundamental do processo de venda. Corretor de imóveis: Quer descobrir a melhor forma de realizar uma captação com sucesso? Que tal seguir nossas dicas? Afirmamos que são lições valiosas para você, corretor. Vale a leitura!
Queremos mantê-lo atualizado para melhorar cada vez mais o seu trabalho, suas negociações. Afinal, ser corretor imobiliário não é uma tarefa fácil. O dia a dia do ramo imobiliário é cansativo e estressante, é hora de valorizar emoções, amizades, parcerias e as percepções dos seus clientes.
1. Agende uma visita.
O primeiro contato, normalmente, é feito através do telefone. Apresente-se nessa ligação e informe a qual empresa pertence. A nossa dica é não prolongar nem tentar convencer por telefone. Marque uma visita com o cliente e mostre seu domínio sobre o negócio. Não gagueje quando for questionado, trabalhe com profissionalismo. O interessado precisa sentir segurança em está comercializando o imóvel.

2. Esteja atento!
Acompanhe o mercado, os anúncios de imóveis, sites de imobiliárias, revistas sobre o setor e valores negociados em cartórios. Para fazer a avaliação dos imóveis de forma precisa, você, corretor, precisa estar bem preparado, levantando preços reais e atuais.
3. Desperte o desejo do cliente.
Se você já tem documentos do imóvel que será vendido, que tal utilizar de alguns recursos para despertar a venda? Fotos do imóvel podem gerar expectativa e curiosidade no possível comprador. Tenha informações suficientes para facilitar a divulgação.
Para você conseguir realizar os três passos acima, de forma original e com a sua personalidade, estude o seu cliente. Quais são os gostos, desejos e onde ele está inserido? Sabe responder essas perguntas. Se a resposta foi não. É hora de começar a entender alguém que é tão importante para você.

Estando com as respostas em mãos, você pode usar ferramentas, e adequar a sua personalidade e o seu jeitinho de vender a cada um dos interessados em adquirir um imóvel.
 
O que vocês acharam das recomendações?
Por Kleber Simões