PLACA DE VENDE-SE NA FACHADA DE IMÓVEIS: BOM OU MAL NEGÓCIO?

Especialista aponta os principais cuidados ao adotar essa estratégia de divulgação
Com o intuito de potencializar a divulgação da venda do imóvel, é comum o uso de faixas, banners ou placas na fachada da casa.
Mas segundo o corretor de imóveis, Rodrigo  Barreto, a tática pode acarretar desvantagens na utilização, por dois motivos.
Vulnerabilidade dos moradores. A placa de vende-se na frente do imóvel  pode facilitar a ação de criminosos e colocar em risco clientes e familiares. “Se há placas indicativas de venda é importante o corretor de imóveis aconselhar ao proprietário do imóvel que não atenda clientes e nem abra a porta da casa, principalmente a pessoas estranhas, sem a companhia do corretor, mesmo que o dito cliente esteja bem vestido e aparente ser uma boa pessoa”.
Venda sem a intermediação do corretor. Outra situação apontada por Barreto é a do proprietário pode apresentar o imóvel ao cliente sem comunicar o profissional de intermediação imobiliária, assinar junto com o comprador uma promessa de compra e venda. “Somente coloque faixas ou placas indicativa de venda quando o imóvel estiver desocupado. Com isso, você ajuda a preservar a integridade da família e evita passar por situações delicadas e constrangedoras.”