PERFIL CORRETOR DO ANO: MARCOS VINICIUS

Dando continuidade a série de entrevistas com os ganhadores do Prêmio Corretor do Ano, hoje vamos conhecer a trajetória de Marcus Vinicius Barcellos Reis, único participante que venceu três categorias do Prêmio: Avulsos, Lançamentos e Interior do Rio de Janeiro.
Marcus Vinicius dá dicas preciosas para obter êxito na profissão, e revela os hábitos que fizeram dele um dos maiores vencedores do Prêmio Corretor do Ano.
1) Nome
Marcus Vinicius Barcellos Reis
Perfil profissional: https://corretor.movia.com.br/Site/marcusviniciusbarcelosreis

2) Idade
44 anos

3) Tempo de Profissão
“No ramo imobiliário tenho 20 anos, mas como corretor legalizado 5 anos.”

4) Especialidades
“Foco em novos negócios e em encontrar brechas do mercado global. Hoje atuo no mercado imobiliário e construção civil, com 90% da atuação voltada para o segmento de baixa renda e popular.”

5) Região de atuação
“Atuo na Região dos Lagos, no estado do Rio de Janeiro.”

6) Número de unidades vendidas/alugadas ano passado
“Em torno de 250 unidades vendidas e poucas alugadas, pois não é nosso foco.”

7) Como começou na profissão?
“Iniciei na profissão trabalhando como empreiteiro de obras para investidores, e vi a necessidade de comercializar aquilo que construía para terceiros, pois o mercado não atuava profissionalmente atendendo aos construtores.”

8) Porque escolheu ser corretor?
“Escolhi essa profissão pois sua essência é venda,mas também por ser uma ferramente de alcance rápido do sucesso e de minhas realizações e objetivos.”

9) Descreva qual seu diferencial na hora de vender e atender seus clientes.
“Me diferencio dos demais de minha região por entender, de forma rápida, o que necessita os clientes que me procuram. Quem é o comprador na família? Qual a capacidade familiar de todos? Nem todos compram o que querem, e sim o que podem. Ensino ao meu cliente que unir as duas coisas é a receita de um bom negócio. Isso, aliado a uma equipe de crédito que analisa de forma única meu cliente, dando ao mesmo o crédito desejado, fora dos padrões do mercado. O conjunto faz a força. Sem crédito o mercado para, e de nada vale ser um bom corretor.”

10) O que fez sua carreira melhorar?
“Trabalhar todo o tempo,sou corretor 24 horas por dia.vendo quando me divirto,quando descanso,quando instruo,quando aconselho,quando ajudo,quando durmo,quando almoço,quando vou ao médico, em todo o momento,pois possuo a solução para muitas famílias que jamais pensavam em morar no seu próprio imóvel.”

11) Como você faz para se manter atualizado na profissão?
“Uso muito a internet a meu favor e leio muito sobre minha profissão e escuto muito os mais sábios,além de tudo que já mencionei.”

12) Você exige exclusividade nas vendas? Caso afirmativo como faz para convencer seus clientes?
“Trabalho 90% com exclusividade. Eu ‘desafio’ os construtores a me darem 60 dias de exclusividade, e mostro nesse tempo que fui melhor que 10 corretores que ele tinha vendendo. Jamais proponho o que não consigo fazer.”

13) Quais são as maiores dificuldades da carreira na sua opinião?
“São muitas : falta de um selo de qualidade profissional, falta de ética das partes, descaso das autoridades locais, altas taxas para aquisição de imóveis, pouca fiscalização do CRECI, instabilidade econômica e etc.”

14) Uma história pitoresca?
“Realmente tenho muitas: talvez ter criado uma rede de colaboradores não remunerados, mas felizes ao me indicar.”

15) Quais são seus planos para o futuro?
“Não tenho muitos planos. Na verdade me considero sempre realizado, mas meu trabalho me leva diariamente a coisas maiores, que sempre evito por amar estar perto de minha família. Queria apenas encontrar no meu trabalho o equilíbrio necessário entre a estabilidade e a realização. Sou feliz.”

16) Ganhar o prêmio 2015 surtiu algum efeito no seu desempenho de vendas?
“O prêmio tem me ajudado a enobrecer minha imagem. Recebo aqui pessoas que já começam me dizendo: foi o senhor que ganhou o Prêmio Corretor do Ano? Minhas vendas aumentaram na crise. Esse prêmio é sem dúvida um sócio que tenho hoje, que trabalha de graça ao meu lado.”