CREDITO IMOBILIÁRIO DA UM PULO PARA 31% EM ABRIL DE 2018



A concessão de financiamento imobiliário com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) em abril cresceu 31,2 por cento ante igual mês de 2017, para 4,1 bilhões de reais, informou nesta quinta-feira a Abecip, instituição que representa as financiadoras de imóveis.

No acumulado de janeiro a abril, o volume de crédito para aquisição e construção de imóveis com recursos da poupança subiu 15,9 por cento ano a ano, para 15,3 bilhões de reais. Nos 12 meses encerrados em abril, contudo, o recuo é de 0,3 por cento.

Segundo a Abecip, o financiamento imobiliário via SBPE permitiu a aquisição e construção de 60,72 mil unidades nos quatro primeiros meses do ano, alta de 15,4 por cento ante o mesmo intervalo de 2017.

Apenas em abril, 16,5 mil imóveis foram financiados, um número 7,4 por cento maior ante março e 40,7 por cento acima do apurado um ano atrás.

CORRETOR DE IMÓVEIS: DO VENDEDOR DE SONHOS À DURA REALIDADE DO DIA A DIA

Já se foi à época na qual os negócios imobiliários dependiam apenas da aproximação de pessoas interessadas na compra e venda ou aluguel de um imóvel, para, assim, efetivar-se uma transação.
A modernidade impôs um cipoal de circunstâncias que vão desde conhecimento em diversas áreas do Direito Civil, como de posturas urbanas, da Engenharia, da Agrimensura, nas quais o corretor de imóveis deve ter pleno conhecimento, para, então, exercer com dignidade a sua atividade.
Disso resulta que, em nome de uma tranquilidade nos negócios imobiliários, em cada transação deveria ter, obrigatoriamente, a presença de um corretor de imóveis, a exemplo do que acontece com o advogado perante as Juntas Comerciais que, para arquivar, desde a constituição de uma empresa, alteração, etc., é necessário haver a assinatura de um profissional do direito.
Assim, o corretor de imóveis deveria ser isento de pagamento das taxas de expedição, por exemplo, de uma Certidão de ônus reais do imóvel no Cartório de Registro de Imóveis, que pode ser alcançada por via de modificação na Lei de Registros Públicos.
Além disso, para exercer com maior eficiência a atividade, o corretor de imóveis poderia ter acesso ao banco de dados de qualquer prefeitura, para verificar dados de quaisquer imóveis, como número do contribuinte, proprietário, normas de zoneamento, mapas, desapropriações, até mesmo informações on-line, onde houver disponibilidade em rede de informática, bem como levantar questões referentes ao IPTU, e quando Rural, em face do ITR.

COOPERATIVA HABITACIONAL OÁSIS DE CAMPINAS






COOPERATIVA HABITACIONAL OÁSIS - 4 EMPREENDIMENTOS EM CAMPINAS -SP



                         Acesse e Conheça   https://www.cooperativaoasis.com.br  




O QUE SÃO COOPERATIVAS?




São entidades de caráter democrático e social, cujo sucesso se justifica em razão do sábio brocardo: “a união faz a força”.

As Cooperativas buscam trazer a um grupo de pessoas aquilo que, isoladamente, elas não teriam condições de fazer ou adquirir.

O significado da palavra que a origina, no dicionário, diz muito a respeito da definição de uma Cooperativa e do seu modo de atuação:

CO·O·PE·RAR - Conjugar
(latim cooperor, -aris)
verbo intransitivo

QUAIS AS VANTAGENS DE UTILIZAR UM SOFTWARE DE INTEGRAÇÃO COM PORTAIS IMOBILIÁRIOS?

Diariamente os portais imobiliários movimentam o mercado com a compra e a venda de casas, apartamentos, lofts, flats, chácaras, lojas, galpões, pontos comerciais e tantos outros tipos de imóveis. Em meio a essas diversas transações, de que forma você se destaca?
Não importa se você é um corretor autônomo ou uma imobiliária: ser reconhecido e contar com um bom gerenciamento dos seus anúncios e oportunidades é essencial se você quer resultados. Porém, como anunciar para impactar seus clientes de forma eficiente? Muitas imobiliárias e corretores têm essa dúvida. Por isso, elaboramos esse post para que você entenda como fazer um bom gerenciamento de anúncios e de que forma um software pode facilitar seu dia a dia e ainda trazer excelentes soluções.

Onde anunciar?

Durante muito tempo, os anúncios de imóveis ocupavam de forma massiva os classificados dos jornais e algumas revistas. No entanto, com a evolução da tecnologia e a chegada da internet, jornais e revistas acabaram perdendo a força e os postais imobiliários ganharam abrangência diante do público. Hoje a internet já conta com diversos portais pagos e gratuitos que conectam oportunidades a potenciais compradores.
Além da abrangência, a internet conta com mais uma vantagem: a possibilidade de medir o impacto de um anúncio, além de colher informações e dados que podem modificar e aprimorar a estratégia do anunciante.  Hoje já é possível mapear quem clicou no seu anúncio, de que forma chegou até ele e quem é o seu potencial cliente. Esse tipo de informação representa dados valiosos que interferem diretamente na eficiência de um anuncio e, portanto, podem guiar o corretor ou a imobiliária no que se refere às suas estratégias de divulgação.
Por isso, quando se fala em onde anunciar, não restam dúvidas: a web conta hoje com o maior potencial por integrar boa parte dos clientes.

COMO O CONSUMIDOR COMPRA IMÓVEIS USANDO A INTERNET

Começo pela conclusão.
Dados de pesquisas revelam que a grande maioria (2/3) das pessoas não compra os imóveis inicialmente selecionados nas buscas pela internet. O que ocorre é que, no penoso processo de busca e visitação, o consumidor “esbarra” num corretor com quem simpatiza, passa a sua real necessidade e é esse profissional que encontrará o imóvel que será comprado de fato.
Façam uma pesquisa vocês mesmos. Perguntem para pessoas conhecidas como foram os últimos processos de compra de imóveis que elas tiveram. Vocês vão se surpreender com a semelhança com o processo descrito acima.


Concluímos que o processo mais otimizado (e aonde o consumidor deveria focar mais energia) consiste em encontrar o melhor corretor possível para atender a sua necessidade, e não procurar imóveis por conta própria, tendo que tratar com diversos anunciantes ao mesmo tempo, sem conseguir a devida atenção de nenhum deles.

Mas estamos longe disso. As pessoas ainda insistem em começar o processo pela busca do produto, do imóvel. Elas ainda não se dão conta que, na grande maioria dos casos, a realização do sonho da casa própria fica muito mais fácil quando se tem a ajuda de um corretor especializado.
Isso é um fato! Escondido ainda, mas um fato.
E como chegamos a essa conclusão?