10 DICAS PARA EQUILIBRAR TRABALHO E A MATERNIDADE


Embora não exista uma receita secreta para equilibrar o trabalho e a maternidade, milhares de mulheres aprenderam a fazer isso com sucesso, mulheres que aceitaram esse desafio antes de nós e conseguiram vencer.

Tive a sorte de poder entrevistar muitas mães empresárias. E, sem falhar, em algum ponto da entrevista, todas disseram a mesma coisa: “quando estou trabalhando, sinto que deveria estar com meus filhos. Mas, quando estou com meus filhos, sinto que deveria estar trabalhando”. Mas essa culpa não nos impede de buscar o sucesso tanto no trabalho quanto em casa, queremos fazer os dois e queremos fazer do jeito certo. E, se você perguntar a qualquer mãe empresária, provavelmente ela irá dizer que está fazendo agora a coisa mais recompensadora de sua vida. Com certeza não é fácil, mas vale a pena.

Sei que nenhuma solução vai funcionar para todo mundo. Mas descobri alguns temas em comum entre mães trabalhadoras de sucesso que conheço e aqui estão dez dicas para ser uma excelente mãe e empresária.

1. Torne-se – e continue – organizada. Seu horário de trabalho é precioso e não tão confiável quanto seria se você trabalhasse em uma empresa tradicional. Você não pode perder tempo procurando arquivos, separando e-mails inúteis ou mesmo procurando uma caneta. Mantenha as coisas limpas e organizadas desde o início. Tenha materiais de reposição disponíveis e em um local onde você possa alcançá-los imediatamente.


2. Tenha um plano. Algumas mães empresárias usam agendas de papel, algumas usam aparelhos eletrônicos, mas todas têm algum tipo de organização para equilibrar a vida profissional e a vida familiar . O ideal é manter tanto os compromissos pessoais quanto os profissionais na mesma agenda, para que você não marque duas coisas ao mesmo tempo. E, embora nem sempre funcione, você precisa reservar um horário para fazer o seu trabalho. Se você simplesmente esperar esse horário aparecer, ele nunca aparecerá. É claro que você precisa ser flexível, já que a babá um dia pode faltar, os seus filhos podem ficar doentes e o seu marido pode ter de trabalhar até mais tarde.

3. Trabalhe com a sua família, não contra ela. Enquanto seus filhos forem pequenos, torne seu escritório “à prova de crianças”. Coloque protetores no seu computador e travas nas suas gavetas ou armários e mantenha os papéis fora do alcance deles se não quiser que seus relatórios e faturas fiquem pintados com lápis de cor. Algumas das mulheres com quem conversei prepararam um espaço para as crianças no escritório, assim, os lápis de cor, papéis e atividades ficavam à mão para manter as crianças ocupadas. Conforme os seus filhos forem ficando mais velhos, tente envolvê-los em seu trabalho. Quando já tiveram idade suficiente, deixe que eles coloquem os selos nos envelopes, dobrem folhetos ou triturem os papéis. Mas nunca os deixe atender ao telefone!


4. Organize-se “de soneca a soneca” e não “das 9 às 18″. Liberte-se do horário padrão de escritórios das 9 às 18 horas. Seu horário de trabalho pode começar antes de a família se levantar, continuar durante as sonecas e entrar na madrugada. Dê prioridade aos compromissos que precisam ser cumpridos pessoalmente durante o horário comercial tradicional. Mas entenda que mandar e-mails, organizar arquivos, ler e muitas outras tarefas de escritório podem ser feitas a qualquer hora do dia ou da noite.

5. Adiante-se. Quando a noite chega, você está exausta, é claro. Mas gaste alguns minutos para separar os uniformes da escola, preparar a cafeteira, fazer os lanches e limpar sua mesa. Você ficar feliz por ter uma manhã menos caótica se você fizer tudo isso na noite anterior. Você pode pensar em acordar um pouco antes da sua família para fazer exercícios, tomar um banho ou trabalhar um pouco.

6. Fazendo a lição de casa? Você não precisa fazer a lição de casa dos seus filhos para ser uma boa mãe. Liberte-se da necessidade de ser aquela mãe dos filmes. Suas prioridades são a sua família e, depois, o seu trabalho. Você não precisa ser aquela mãe que faz bolos para levar à escola ou costura as fantasias da peça de final de ano. Escolha suas prioridades. Os seus filhos se importam mais com a sua presença!

7. Programe um “dia da mamãe”. Toda terça-feira, eu ficava muito estressada porque a babá não vinha e meu marido não podia me ajudar. Eu rezava para as crianças tirarem sonecas bem longas e não me interromperem muito. Nem preciso dizer que, na maioria das vezes, isso não dava certo. Portanto, eu finalmente decidi que as terças-feiras seriam o “dia da mamãe”. Eu trabalhava mais na segunda e na quarta à noite para que pudesse ter a terça-feira livre. Agora,quando consigo trabalhar nesses dias, é um privilégio extra, não um motivo para me estressar.

8. Mantenha o foco, não se desvie. Uma das coisas mais difíceis para mães que trabalham em casa é não se distrair com os filhos, a roupa para lavar, a louça… Bem, você escolhe. Faça uma lista do que você pretende resolver no mês. Depois, divida por semana e, depois, por dia. Se mantiver o foco, vai conseguir manter o compromisso de resolver tudo.

9. Peça ajuda ao seu parceiro e depois agradeça. É muito difícil ter sucesso sem ajuda, então converse com o seu parceiro sobre como ele pode ajudá-la. Vocês dois devem lembrar que estão equilibrando dois trabalhos em tempo integral. Descubra como compartilhar as responsabilidades e a rotina, para que vocês estejam no mesmo ritmo. Depois, diga ao seu parceiro como está feliz com a ajuda dele.

10. Cuide-se. Como você pode se exercitar se nem tem tempo suficiente para os seus filhos? Como pode tomar um banho de banheira se está com relatórios atrasados? Perceba desde já que nunca haverá tempo suficiente para resolver tudo. A sua caixa de entrada de e-mails vai continuar cheia quando você morrer, então aceite isso desde o início. Pode parecer um clichê, mas, neste caso, é verdade: você precisa cuidar de si mesma para cuidar da sua família, da sua empresa e da sua casa. Marque na sua agenda!

Mães que trabalham têm uma habilidade especial para cumprir muitos papéis. Equilíbrio: essa é a sensação que todas nós buscamos atingir e que, no entanto, sempre parece escapar. No final do dia, porém, você tem de reconhecer tudo o que você fez e tudo o que conquistou. O fato de você ter feito e de que irá fazer de novo amanhã significa que você conseguiu cumprir as tarefas tão bem quanto qualquer outra pessoa.

A americana Lisa Druxman é empreededora e autora do livro Mamã Magra e criadora de Stroller Strides (programa de fitness para mães e respectivos bebés)