PARA CAPTAR IMÓVEIS, PROFISSIONAL DEVE DESPERTAR INTERESSE NO CLIENTE

Especialista afirma que corretor de imóveis deve convencer o proprietário que ele é o profissional que vai atender as necessidades durante o negócio.
A captação de um imóvel atualmente é um dos grandes desafios para os profissionais de intermediação imobiliária. Um imóvel bem captado tem grandes chances de ser comercializado em um curto espaço de tempo.
A captação faz o corretor não se tornar dependente de plantões de venda. E o retorno financeiro pode ser muito superior em relação aos corretores que não realizam este serviço. “Se o profissional superar o receio de não saber responder os possíveis questionamentos dos proprietários dos imóveis, buscando informações necessárias e começar a praticar, a captação de imóveis se torna uma rotina costumeira e indispensável no dia a dia do profissional do ramo imobiliário”, explica o corretor de imóveis e especialista em marketing, Rodrigo Barreto, que lançará um livro sobre o tema no dia 21 de outubro, em Brasília (DF).
Embora o corretor não seja vendedor de imóveis, conhecer técnicas de vendas é fundamental. “O produto que o corretor deve vender na captação é ele mesmo. O corretor deve convencer o proprietário do imóvel que ele é o profissional que vai atender as suas necessidades. É mais fácil você se vender do que tentar vender imóveis”,diz.

Banner-curso-de-captação
Uma boa captação de imóveis, com informações organizadas, resulta em sucesso na apresentação e possível venda do imóvel. “O corretor deve conhecer muito bem tudo relacionado ao imóvel para apresentá-lo ao propenso comprador, sendo sincero e prestando todas as informações positivas, negativas, vícios ou qualquer problema que tenha no imóvel. Uma ficha de avaliação contendo o máximo de informação facilitará esse processo”, pontua Barreto.
No dia 21, o lançamento do livro “Captação de Imóveis- os segredos que você precisa saber para captar imóveis”, ocorrerá no auditório do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Distrito Federal (CRECI-DF), às 19h. O autor também estará presente na Feira do Livro, que ocorrerá em Porto Alegre (RS), no dia 03 de novembro.
Fonte: Redimob / Thatiana Sestrem- Revista Setor Imobiliário